Casa de veraneio associa conforto com preservação do meio ambiente

O Cerro Tunquén, no Chile, limita a terra e a água com suas falésias. O terreno escarpado dá uma visão privilegiada do Oceano Pacífico. No topo de um de seus picos está uma casa retangular chamada “Cuatro”. Talvez, o mais impressionante seja o que está fora dela, por isso, os profissionais do escritório Foster Bernal Arquitectos (fbA) optaram por construí-la de forma integrada à paisagem local, tanto estética, quanto funcionalmente.

Esta casa de veraneio foi pensada de maneira a resultar o menos agressiva possível ao terreno pedregoso e de vegetação frágil de Tunquén. Com dois pisos, a construção se sustenta sobre colunas de madeira alinhadas e ancoradas a uma parede de pedra suportada por vigas. Esta pedra de revestimento é um mineral local, de cor amarelo-acinzentado, que com o tempo deve adquirir o mesmo aspecto das rochas avermelhadas, ricas em ferro, que formam a paisagem. O jardim é composto por cactos e o deck de acesso é recoberto por madeira.

A estrutura da casa Cuatro prevê o nível térreo como o de entrada e há integração de quase todos os ambientes. O acesso se dá pelo deck, que antecede os espaços das salas de jantar e estar e cozinha. Adentra-se à casa por um jogo de seis portas de vidro encravados na parede de pedras.

O corpo central (estar, jantar e cozinha) é ladeado, à direita por um dos três quartos que a casa comporta. À esquerda, estão um banheiro e mais um dormitório e, também, uma escada que dá acesso ao nível mais baixo da construção. No piso baixo, uma suíte máster antecedida pelo terceiro deck da casa.

Do outro lado, a fachada se descortina em placas de madeira superpostas às paredes rainscreen recobertas com fibrocimento, altamente resistente. Rainscreen é um novo sistema que vem sendo aplicado em construções para protegê-las dos efeitos das mudanças climáticas, especialmente das chuvas fortes.

As grandes janelas e portas facilitam a manutenção do conforto térmico. A casa é alimentada por energia solar obtida por placas dispostas no telhado. Há também o aproveitamento da energia eólica que auxilia no abastecimento da casa e na impulsão de água de um poço. A casa Cuatro é o primeiro projeto no Chile que aplicou recursos para minimizar o impacto da construção sobre o ambiente. Por isso, a arquitetura da casa Cuatro tem como proposta integrar o espaço público da paisagem à privacidade da residência.

(Uol, 19/01/2012)

Deixe uma mensagem